Não tenho assistido muito à televisão, confesso. Mas tanto na TV aberta como na paga, a publicidade não tem exibido muita criatividade. Vemos muitas repetições de fórmulas comuns, clichês super ultrapassados ou então, quando tentam inovar, as criações acabam saindo meio sem sentido, meio sem graça, meio sem eficácia.

Entretanto, hoje vi um anúncio que me cativou, que conseguiu resgatar um pouco dos tempos áureos da publicidade brasileira (lembra da DPZ e W/Brasil?). É o anúncio da ZAP Imóveis, site de anúncios do Grupo Estado. Do ponto de vista da redação publicitária, ele abusa das (queridas dos publicitários) figuras de linguagem: a metáfora, na “casa” do pássaro sendo comparada às nossas casas; e a prosopopeia, por utilizar animais irracionais como protagonistas racionais.

Apesar da utilização das figuras de linguagem ser comum na publicidade, elas foram muito bem empregadas, com um texto e uma produção criativos, marcantes e simpáticos. Confira:

Ficha Técnica:

FILME
Título: João
Cliente: Zap SA Internet
Produto: Imóveis
Agência: NBS
Diretor de Criação: Pedro Feyer e André Lima
Criação: Cássio Faraco e Giuliano Cesar
Atendimento: Alexandre Grynberg, Ana Coutinho e Beatriz Molinari
Planejamento: Gisela Toledo, Rodrigo Néia e Vitor Amos
RTV: Bia Traldi
Aprovação Cliente: André Molinari, Eduardo Schaeffer e Glaucia Tacaoca
Produtora: Sentimental Filmes
Direção: Camila Faus
Direção de Fotografia: Ted Abel
Atendimento Produtora: Wander Damiani
Montagem / Edição: Rami Aguiar
Produtora de Áudio: Panela